Carregando...

Radiocracia Já!

Uma rádio comunitária criada por um coletivo de artistas e comunicadores.

América Latina, Brasil, junho de 2020

No último dia 21 de junho, estreou oficialmente a Radiocracia Já!, um projeto independente, criado originalmente em resposta à pandemia com o desejo de que transcenda. Feita por um coletivo de artistas  e comunicadores das mais diversas áreas, feministas, militantes LGBTQ+, cis e trans de várias gerações, que procuram construir um espaço de expressão.de diferentes cantos da América Latina, prontos para compartilhar música, realidade e ficção, todos os dias em www.radiocraciaja.com.

Sob a semente plantada pela mexicana de nascença e brasileira desde 1997 Mica Ella Cimet, desde a segunda metade de abril, um grupo de pessoas interessadas em criar e fazer parte de algo totalmente novo, passou a se reunir online para apresentar suas ideias de projetos, possibilidades de colaboração e sociabilizar em encontros semanais compostos por pessoas que não se encontraram pessoalmente há meses e que, em sua grande maioria,  não se conheciam antes disto.

A ideia central da Radiocracia Já! é de permitir o acesso livre, ao vivo e sem custo a uma visão crítica da realidade e as diversas interpretações artísticas frente a ela, e aos meios de produção e distribuição da comunicação e das artes, de maneira democrática e por toda a América Latina, inserindo o Brasil dentro deste continente do qual por muitas vezes o brasileiro se distancia. Somos um espaço de comunicação e arte latino-americano sem fins lucrativos, um esforço autônomo de mídia que, felizmente, já existe e continua a crescer. 

Pensamos que viver é tomar partido e nos assumimos como um espaço de baixo e à esquerda, fora do poder e dos poderosos, pela autonomia e pelo direito dos povos de decidirem seu próprio destino. Não subestimamos a nossa audiência e queremos, por isso, ser dialéticas, mas nunca didáticas e, portanto, propomos prover um conteúdo divertido e interessante, que apresente as contradições da realidade, para, assim, abrir um verdadeiro debate popular.

Somos Radiocracia Já!