Desespecialistas

O Desespecialistas é um encontro semanal que apresenta, a cada
edição, um convidado que tratará de um tema ao qual se dedica, mas não constitui como sua atividade principal. No entanto, é aquela pela qual ele é menos conhecido.

Como exemplo, Lucio Agra – que apresenta Desespecialistas – cita o caso de John Cage, que foi um grande compositor e performer. Porém, ele também era um especialista em cogumelos e com profundo estudo na área.

O programa se baseia em conversas de 35 a minutos com pessoas conhecidas por uma atividade que garantiria o convite para um evento do tipo (ex: chef de cozinha). Mas, ao vir no Desespecialistas, contam sobre sua atividade menos conhecida. (ex: especialista em bordado).

Como nasceu o conceito do Desespecialistas?

O conceito do desespecialista parte da premissa de desconstruir a figura tradicional do “especialista”. Quando Lucio dava aulas para alunos de Comunicação, muitos os consultavam para fazer um trabalho, com o intuito de identificá-lo com a melhor autoridade sobre o tema.

Há uma ideia de senso comum de que sempre existirá uma “soberania” em um assunto e seria preciso que se consultasse alguém do tipo para obter a melhor informação sobre um tema qualquer.

Com o intuito de desconstruir essa concepção, o programa sugere múltiplas habilidades para cada ser humano vivente.

Lucio Agra é professor, poeta, performer, curador e criador. Doutor em
Comunicação e Semiótica e professor da UFRB (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia).
Autor de artigos publicados no Brasil e no exterior; sendo alguns livros, dentre os quais o mais recente é Décio Pignatari – a vida em noosfera (EDUC-SP, 2017).

Além disso, participou e foi curador de festivais de performance nacionais e internacionais.